Ainda no clima invernal que voltou a Sampa, tomei um chá e lembrei de algumas curiosidades sobre esse tesouro descoberto na China 2.600 anos A.C., levado para o Japão por monges, de lá para Europa por jesuítas portugueses e se tornado símbolo da Inglaterra pela princesa Catarina de Bragança que no século XVII instituiu o #5oclocktea para civilizar o país no qual foi exilada num casamento infeliz.

Que viagem, né?

Mas afinal… Como preparar chá como na Inglaterra?

Dr. Andrew Stapley, engenheiro químico da Universidade de Loughborough, analisou a questão do que constitui uma xícara de chá perfeita e chegou às seguintes conclusões:

– A quantidade de folhas recomendada para uma xícara é exatamente uma colher de chá.

– Nunca use água fervente. 92º é mais do que suficiente para obter sabor sem queimar as folhas. Não re-ferva a água. O oxigênio perdido altera o sabor da bebida.

– Quanto à adição de leite, Dr. Stapley. diz: “Em temperaturas altas, as proteínas do leite começam a se desenrolar e a se condensar em grupos, alterando o sabor. Coloque o leite fresco no fundo da xícara, esperando o fluxo de chá quente. Isso permite que o leite esfrie o chá, em vez do chá elevar a temperatura do leite.

– Açúcar é opcional, desde que seja branco. Aliás, a adição de açúcar atua para moderar a adstringência natural de chá.

Fatos interessantes sobre o chá:

– Uma xícara de chá contem metade da cafeína de uma xícara de café

– Chá é uma fonte natural de fluor, que previne cáries e gengivite. Excesso dele causa fluorose, cuidado!

– Chá previne câncer, doenças vasculares e tem ação anti-bacteriana.

Uma xícara de chá contém mais anti-oxidantes que 10 copos de suco de maçã.

– Chá verde, chá branco, chá preto e oolong vem da mesma planta, a Camellia sinensis.

– Chá ajuda a reduzir o apetite.

– O Conselho Britânico do Chá recomenda 4 xícaras por dia.

– 98% dos Britânicos preferem seu chá com leite, mas somente 30% usam açucar.

Fontes: Time of the Tea, Molho Inglês e Volta ao mundo em 6 copos.

🍵☕️🍺🍷🥃🥤

📷 Pixabay

Anúncios