E 2019 começou com O Regresso. Tenho uma impaciência com filmes muito aclamados e com a mania do “Leo” de provar que não é só um rostinho bonito. Mas acompanhei meu marido e gostei!
Impressionantes a paisagem e o fato da história ser baseada num personagem real!

Segundo li, Hugh Glass nasceu nos Estados Unidos, aparentemente, na Pensilvânia, em 1780. Pouco se sabe sobre a sua infância e juventude, mas rumores dizem que foi pirata, jogador, marinheiro e até mesmo que se uniu aos índios Pawnee, na região que atualmente corresponde a Dakota do Sul, nos Estados Unidos. Em 1823, Glass ingressou no grupo “os cem de Ashley“, uma expedição de homens recrutados em anúncios em jornais nacionais, onde o general William Henry Ashley e seu sócio Andrew Henry pretendiam recolher o máximo de peles de animais para depois comercializá-las. Durante a expedição, os homens de Ashley sofreram numerosos ataques de índios, como os Arikaras. Glass mostrava-se sempre confiante e dominante no grupo, indicando que, além de conhecer muito bem o território por onde se moviam, era capaz de enfrentar grandes perigos sem hesitar.

Os jornais da época espalharam a história do sobrevivente, uma vez que se tornou conhecido. Em 1922 foi publicado um artigo narrando a viagem de Glass, olha só:

No filme, após ser atacado por um urso, o caçador Hugh Glass é abandonado na floresta por seu companheiro John Fitzgerald. Apesar de muito ferido, Glass consegue sobreviver e vai em busca de vingança.

[embedyt] https://www.youtube.com/watch?v=S4PpYv9n0ko%5B/embedyt%5D
Tom Hardy está bom, como em Peaky Blinders, “enfeiado” e sem escrúpulos, e o menino do Crônicas de Narnia e Maze Runner está o mesmo de sempre, o que cabe muito bem no papel.

 

Ah, o pano de fundo lembra muito Frontier e um pouco a nova fase de Outlander.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Há uns dias indiquei aqui #peakyblinders (volte algumas fotos para ver) e hoje trago mais três motivos para ver a série da #shelbyfamily na #birmingham dos #anos20. Na quarta temporada, além das participações especiais de #tomhardy (sim, o #venom), #aidangillen (oi, Mindinho, do #gameofthrones), o sempre ótimo #adrienbrody interpreta um mafioso nova-iorquino. E as músicas continuam ótimas! 🎚🎛📻 Baseada nas façanhas e peripécias da gangue Peaky Blinders, localizada em #Birmingham, na Inglaterra, durante as consequências da Primeira Guerra Mundial. A cidade é um dos pontos centrais da série e merece observação. Segunda maior cidade da Inglaterra e do Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte, fica atrás apenas da capital Londres. Ah, Birmingham foi berço de algumas das bandas mais influentes de #heavymetal, como #BlackSabbath e #JudasPriest, e também de bandas de rock como #DuranDuran e #TheMoodyBlues. Por isso, a trilha sonora da série tem muito #rocknroll 😉 #sinopse: Peaky Blinders: Sangue, Apostas e Navalhas. “Uma notória gangue da Inglaterra de 1919 é liderada pelo cruel Tommy Shelby, um criminoso disposto a subir na vida a qualquer preço.” (4 temporadas disponíveis na #netflix) #cultura #educacao #impactosocial #agentenaoquersocomida #avidaquer

Uma publicação compartilhada por A Vida Quer (@avidaquer) em

//www.instagram.com/embed.js

Leia nossos posts sobre os filmes citados:

Frontier:

http://www.avidaquer.com.br/frontier/

 

Maze Runner:

http://www.avidaquer.com.br/mazerunner/

Outlander:

http://www.avidaquer.com.br/dica-de-serie-romantica-outlander/

 

Crônicas de Narnia:

http://www.avidaquer.com.br/narnia-peregrino-da-alvorada/

 

Anúncios