Foram os ingleses que tiveram a ideia de unir o café da manhã (breakfast) com o almoço (lunch), criando o que conhecemos atualmente como Brunch. Hoje essa recepção é muito comum após batizados, missas celebrativas (Páscoa e Natal) ou mesmo em encontros casuais pela manhã, a partir das 11 horas, que se estendam até algumas horas da tarde. Uma forma de receber a família e amigos de uma forma mais informal mas muito aconchegante.

Eu AMO Brunchs, já comemorei aniversários daqui da família assim e, sempre que posso, sugiro para a família. 

Inclusive, sempre deixo receitas, lembram do Polvito ou Shepherd’s Pie?

Aliás, esta receita eu uso sempre que preciso deixar algo delicioso pronto de véspera.

http://www.avidaquer.com.br/polvito-ou-shepherds-pie/

Brunch é perfeito para o dia 25 de Dezembro e para o Primeiro Dia do Ano, pois aproveita-se com facilidade tudo que “sobrou” da festa da noite e combina com a preguiça do dia seguinte. 

Mas, Sam, como fazer? Tem dicas de menu? Tenho sim!

Bolos, panquecas, torradas, pães, queijos, patês, geleias, frutas inteiras ou fatiadas, empadões em pedaços, picadinho de carne vermelha ou de frango, ovos mexidos, carpaccio de carne, postas em fatias ou ao vinagrete e sanduíches combinam!

E para beber?

Dependendo da ocasião pode-se servir um aperitivo ou prosecco, embora sejam indicadas bebidas como sucos, refrigerantes, chás e cafés.

Para fazer um bom Brunch, é necessário que os produtos sejam extremamente frescos. Uma boa dica para mantê-los na temperatura ideal é usar bowls com gelo, que além de práticos e charmosos vão dar um toque todo especial na sua decoração.

Especialistas indicam e minha experiência confirma: por ser uma junção entre duas refeições principais, o Brunch tende a ser um pouco mais salgado. Por isso capriche na seleção de pães, queijos, saladas, cereais e tortas! Aqui em casa não faltam pedidos de uma comida muito de vó: bolo de carne moída. Dá para inventar e tornar esta receita mais chique ou simplesmente fazer com sabor de infância, como num rocambole com queijo. O bom é que é daquelas comidas fáceis e que ficam boas no dia seguinte, basta aquecer.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

A querida Dani inspirando menu pro jantar. Aí na sua casa vocês fazem comida ou lancham à noite? Eu preparo jantar porque (1) gosto de uma comidinha, (2) consigo equilibrar melhor os nutrientes da refeição e (3) é o horário em que todos estamos juntos, pois meus filhos almoçam na faculdade/escola. E estar junto à mesa, orar e conversar durante a refeição é precioso, né? (por @samegui) #maecomfilhos #conversasdecozinha #Repost @cozinhatravessa ・・・ Amei esse ROCAMBOLE DE CARNE recheado com muçarela e espinafre 🥩🧀🍃 É uma receita que você pode fazer e congelar para assar depois. ╔══════════════════╗⠀ ▶INGREDIENTES MASSA: 1kg de carne moída de boa qualidade, 2 ovos, 1 xícara de chá de farinha de rosca, 2 colheres de chá de sal, 1 colher de chá de pimenta do reino, 1 colher de sopa de alho picadinho, amassado ou em pó. ▶INGREDIENTES RECHEIO: muçarela ralada grossa e 1 maço de folhas de espinafre. ▶PREPARO: misture os ingredientes da massa até ficar uniforme. Num tabuleiro médio, forre com papel alumínio e distribua a massa de carne até completar. Agora disponha sobre ela a muçarela ralada e as folhas de espinafre. Enrole com cuidado e com a ajuda do papel alumínio, deixando enrolado no alumínio ainda, coloque na forma e leve ao forno preaquecido 200 graus C por uns 40-50 minutos, depois tire o alumínio e volte para o forno para dourar. Lembrando que o tempo de forno pode variar de forno para forno. #cozinhatravessa #rocamboledecarne #carnecomespinafre

Uma publicação compartilhada por Blog @maecomfilhos (@maecomfilhos) em

//www.instagram.com/embed.js

Os pedidos daqui de casa incluem os pães e patês árabes, especialidades dos meus filhos. E cabe bem o tradicional quibe de forno da vovó!

http://www.avidaquer.com.br/zatar

E lembre-se que para agradar a todos os convidados, é importante que exista uma boa variação entre os pratos quentes e frios dentro do menu.

Aprendi em hotéis, que vale apostar em uma boa massa ou risoto, o molho rústico italiano (fazemos sempre aqui em casa, com o tomate da hora mais barata da feira livre) é um ótimo acompanhamento para as massas e harmonizam muito bem com o vinho. São pratos práticos e agradam a todo mundo!

Para a sobremesa, invista em coisas leves e muitas frutas! Lembrando que as frutas podem e devem ser servidas tanto ao natural (minha v ó sempre deixava um belo arranjo de frutas no meio da mesa dos convidados) quanto as frutas secas e oleaginosas, comuns no Natal.

E tem muita fruta comum que fica linda se a gente souber apresentar, como a goiaba.

http://www.avidaquer.com.br/goiaba/

Os doces podem ser variados entre cremosos, em calda e de cortar (como tortas e bolos). As porções individuais também são sempre uma ótima opção, procure servir doces que agradam a todos os tipos de convidados, como o brigadeiro de colher e as mini tortinhas, como a Apple Pie.

Tem mais dicas? Mande para nós!

Anúncios