Em comemoração à semana dos educadores, a produtora Maria Farinha Filmes, em parceria com a plataforma Videocamp, liberou, entre os dias 14 e 21 de outubro, o episódio “O Universo Dos Outros”, primeiro da série “Corações e mentes, escolas que transformam”, para ser assistido online, gratuitamente.

Durante essa semana, bastará fazer sua inscrição na plataforma para assistir, aqui, ao capítulo, que traz a empatia como um valor e uma ferramenta essencial para auxiliar estudantes, professores e sua comunidade a assumirem diferentes perspectivas frente aos desafios da sociedade. Os outros episódios inéditos da série estreiam, na íntegra, toda sexta-feira do mês de outubro, no Videocamp e no canal GNT, às 23h59 do mesmo dia.

Divida em quatro episódios que abordam a importância da empatia, do trabalho em equipe, da criatividade e do protagonismo, “Corações e mentes” mostra as experiências e práticas pedagógicas de oito escolas brasileiras que repensaram seus processos de ensino e aprendizagem, e protagonizam transformações na educação. Gravada no Amazonas, Bahia, Ceará, Paraná, Pernambuco e São Paulo, a sequência apresenta iniciativas que contribuem para que jovens, crianças e adultos se tornem criadores de novas formas de ser, conviver e pensar, e que coloquem em prática mudanças cruciais em suas vidas e comunidades.

Para reverberar ainda mais o conteúdo de “Corações e mentes”, principalmente entre educadores, o Videocamp já disponibiliza os links para que as exibições (em escolas, por exemplo) sejam agendadas com antecedência.

Para Cacau Rhoden, diretor da série, esse é um convite para que todos se inspirem como agentes de transformação.

“Com esse projeto queremos espelhar realidades, ouvir experiências, inspirar por meio do incerto, do mutante, ou seja, deixar que a transformação seja algo livre, como ela deve ser. A educação deve ser aberta e em constante transformação.”

“Corações e mentes, escolas que transformam” é uma produção da Maria Farinha Filmes, iniciativa do Instituto Alana, Ashoka e Itaú Social e apoio da Gávea Investimento e Mercur.