Chega o dia dos avós e eu ainda vejo aquelas imagens de velhinhos de cabelinho branco, sentadinho no banco da praça, brincando com os netinhos… e sei que nada poderia estar mais longe da realidade dos atuais avós.

https://www.facebook.com/plugins/post.php?href=https%3A%2F%2Fwww.facebook.com%2Fphoto.php%3Ffbid%3D10156625500148086%26set%3Da.69634253085.96346.649588085%26type%3D3&width=500

E, na verdade, nem dos avós da geração dos meus filhos…

Meu pai, nascido em 1942, aliás como os pais do meu marido, usa internet o tempo todo. Eu mal acordei e já tem um gif dele me dando “bom dia” no Facebook Messenger. Com os netos que usam WhatsApp (desde o de 18 anos até o de 10), ele manda mensagem no celular, trocam aúdios, piadinhas como esta de ontem, que deixou minha mãe muda e me fez rir.

StockSnap / Pixabay

A verdade é que já não se fazem mais avós como antigamente… graças a Deus!

As pessoas são ativas e estão tão “fora de casa” que uma pesquisa da TIM conta que 61% dos clientes acima dos 60 anos utilizam pacotes de dados.

O levantamento mostra que as mulheres estão a frente: 63% delas usam dados.

A pesquisa também levou em consideração onde estão os idosos mais conectados do País. Os “vovôs” e vovós” do Rio de Janeiro e da capital paulista são os maiores fãs da internet com, respectivamente, 72% e 71% das conexões brasileiras. Outro dado interesse é que quase a metade das pessoas acima de 60 anos moradoras da região Nordeste utilizam a grande rede, o que eu já ouvi a Vivo contar que é por conta das falhas de internet fixa na região, o que faz todo mundo preferir usar internet no celular.

😉

Quando o quesito é sobre o que acessam na internet, as redes sociais são os grandes destaques, seguidos pelos apps de comunicação e os de serviços de streaming de vídeo. Se somados, estes três primeiros itens configuram 55% dos aplicativos mais utilizados pela geração 6.0.

Os aplicativos para relacionamento, jogos e alimentação já aparecem como sendo alguns já buscados, mas ainda não despertaram interesse por parte deste público, com somente 1% de utilização pela base de clientes.

O Facebook é o aplicativo mais utilizado por quem tem 60 anos ou mais. A plataforma foi apontada por 97,3% e só fica na frente do WhatsApp (97,1%). O Youtube também se destaca e está na terceira posição de aplicativos mais acessados, com 95,1%.

Curiosidade: embora alguns avós tenham começado no smartphone, eles migram e se adaptam com facilidade. 

Meu pai se ajustou a internet usando um iphone, depois comprou um tablet Android para usar tela maior nos vídeos e leitura de jornais e revistas (aos 76 anos ele lê notícias no aplicado Flipboard, que muito jovem desconhece!) e agora se deu de presente um notebook para poder teclar melhor.

http://www.avidaquer.com.br/tablets-melhoram-a-velocidade-e-a-facilidade-de-leitura-de-pessoas-com-perdas-de-visao-moderada/

É uma delícia de vovô nerd, né?

E aí, na sua família, o que os vovôs usam?

Sobre o flipboard:

http://www.avidaquer.com.br/boa-aposentadoria-google-reader/