tales-by-light-serie-canon-fotografia-netflix-hori-festival

Parece carnaval… mas é uma das cenas coloridíssimas e incríveis do Holi Festival, na Índia, registrado pelas lentes do fotógrafo de viagens Richard I’Anson.

Se você gosta de fotografia e viaja com imagens lindas, minha dica é ver Tales by Light, série que está disponível na Netflix e mostra fotógrafos e seus trabalhos em áreas remotas raramente fotografadas.

A série segue Art Wolfe, um fotógrafo de natureza e cultura, Darren Jew, fotógrafo de natureza e subaquático, Krystle Wright, um fotógrafo de esportes de aventura, Richard I’Anson, um fotógrafo de viagens, e Peter Eastway, um fotógrafo de paisagens.

Tales By Light – Season One Official Trailer

Para a série, o diretor, produtor e cinegrafista Abraham Joffe seguiu os cinco fotógrafos enquanto exploravam a natureza e a cultura em áreas pouco conhecidas do mundo, da Antártica até o fundo do oceano.

Filmado em 4K, a primeira temporada de Tales by Light estreou em 2015 no National Geographic na Austrália e Nova Zelândia. Veja detalhes dos episódios disponíveis na Netflix Brasil:

Primeiro episódio: “Submerso”.  O australiano Darren Jew registra a corrida do acasalamento entre as Baleias Jubarte em Tonga, no Pacífico, enquanto divide com o espectador a paixão por fotografar o oceano e o desejo de que suas fotos possam gerar um maior interesse e respeito pelo meio ambiente. Jew também acompanha um vulcão ativo na Nova Guiné e registra as ruínas de um biplano no oceano. O ponto alto do episódio é quando podemos acompanhar Jew realizando a tarefa de fotografar o biplano à noite, usando uma longa-exposição e a técnica light painting.

“Submerso”.  O australiano Darren Jew registra a corrida do acasalamento entre as Baleias Jubarte em Tonga, no Pacífico, enquanto divide com o espectador a paixão por fotografar o oceano e o desejo de que suas fotos possam gerar um maior interesse e respeito pelo meio ambiente. Jew também acompanha um vulcão ativo na Nova Guiné e registra as ruínas de um biplano no oceano. O ponto alto do episódio é quando podemos acompanhar Jew realizando a tarefa de fotografar o biplano à noite, usando uma longa-exposição e a técnica light painting.

Segundo episódio: “Himalaia”. O fotógrafo de viagem Richard I’Anson cobre os bastidores de um ritual budista no Butão; o tradicional e colorido Festival de Holi, e tenta fotografar o leopardo-das-neves no norte da Índia.

É o meu favorito. Eu sempre fui confundida fisicamente com indiana e meu nome se tornou comum em língua inglesa depois da ocupação britânica na região, justamente porque deriva de um “buda”, Samanthabadra. Foi o meu episódio favorito
Para reforçar esta identidade, Holi, o festival celebrado por crianças e adultos, acontece no mês do meu aniversário, em fevereiro (e março, é verdade), comemorando a chegada da Primavera. Neste dia, as pessoas atiram tintas das mais diversas cores umas às outras, com muita bebida, comida e música.

“Himalaia”. O fotógrafo de viagem Richard I’Anson cobre os bastidores de um ritual budista no Butão; o tradicional e colorido Festival de Holi, e tenta fotografar o leopardo-das-neves no norte da Índia.

Terceiro episódio: “Adrenalina”. Krystle Wright fotografa três esportes radicais: o mergulho livre, o highline (slackline em altas altitudes), e o paramotor. Krystle demonstra como o fotógrafo de esportes radicais precisa ter coragem, tenacidade e perspectiva. Em relação à produção da foto de mergulho livre, por exemplo, Wright vai até as ilhas de Vanuatu para dar à luz um conceito que ela já havia idealizado há quase um ano. A água cristalina, a luz perfeita e a ajuda do ex-vice-campeão mundial de mergulho livre Yoram Zekri possibilitam que a fotógrafa concretize sua visão.

Krystle Wright fotografa três esportes radicais: o mergulho livre, o highline (slackline em altas altitudes), e o paramotor. Krystle demonstra como o fotógrafo de esportes radicais precisa ter coragem, tenacidade e perspectiva. Em relação à produção da foto de mergulho livre, por exemplo, Wright vai até as ilhas de Vanuatu para dar à luz um conceito que ela já havia idealizado há quase um ano. A água cristalina, a luz perfeita e a ajuda do ex-vice-campeão mundial de mergulho livre Yoram Zekri possibilitam que a fotógrafa concretize sua visão.

Quarto episódio: Art Wolfe fotografa ursos-pardos do Alasca, animais selvagens na África, gorilas-das-montanhas de Uganda e comenta as possibilidades da fotografia de natureza com o avanço das novas tecnologias. É sobre ele também o sexto episódio da temporada, que é sobre a tribo dos homens de barro e o povo Huli, ambos de Papua- Nova Guiné, e a tribo Surma, da Etiópia.

Art Wolfe fotografa ursos-pardos do Alasca, animais selvagens na África, gorilas-das-montanhas de Uganda e comenta as possibilidades da fotografia de natureza com o avanço das novas tecnologias. É sobre ele também o sexto episódio da temporada, que é sobre a tribo dos homens de barro e o povo Huli, ambos de Papua- Nova Guiné, e a tribo Surma, da Etiópia.

Quinto episódio: “Panorama”. Peter Eastway, fotógrafo de paisagens, viaja pela Antártida. Além de conhecer um pouco o processo de criação de Eastway, o episódio também nos apresenta a história de Ernest Shackleton, explorador da região.

“Panorama”. Peter Eastway, fotógrafo de paisagens, viaja pela Antártida. Além de conhecer um pouco o processo de criação de Eastway, o episódio também nos apresenta a história de Ernest Shackleton, explorador da região.

E já tem promessa de segunda temporada.