No ano passado segui uma resolução de ano novo: toda semana tentaria estar com pessoalmente com pelo menos um amigo querido, uma daquelas pessoas com quem conversar por horas é um prazer e que eu nunca conseguia aproveitar por falta de (organização do meu) tempo.
Comecei o ano vendo uma amiga de infância que, vejam só, acabou mudando de país meses depois. Porque a gente se empenha, mesmo morando em cidades diferentes, ainda nos vimos mais uma vez antes da mudança.

Neste ano em que a cada levantada para respirar uma nova onda nos derruba, não consegui manter esse padrão de felicidade semanal. Mas não perdi a capacidade de ficar genuinamente feliz quando esses momentos acontecem.

Hoje estive com uma amiga querida e olha, da imagem aí, só faltou a cerveja! Mas nada que a gente não resolva amanhã porque o lado bom de acostumar a encontrar os amigos é que vira uma inércia positiva.

Recomendo!

Experimentem aí e depois me contem!