3porcentonetflix
CCXP 2016 começa amanhã e com nossas credenciais em mãos, fui ao site oficial da Comic Con Experience para ver toda programação e me organizar com os horários dos painéis nos três auditórios, Cinemark (o maior, com cerca de 3.500 lugares), Ultra (750) e Prime (200).
Eu e meus filhos adolescentes estamos ansiosos por alguns paineis:
    • Com Brian Herring, artista que ajudou a desenvolver algumas das incríveis criaturas de “Rogue One: Uma História Star Wars” (que estreia no dia 15 de dezembro no Brasil) e “Star Wars – O Despertar da Força”. No sábado, Herring vai levar o público da CCXP para os bastidores dos filmes e compartilhar detalhes sobre a magia que a equipe de efeitos de criaturas usa para trazer novos personagens para uma galáxia distante. Como marionetista de cinema, teatro e TV por mais de 25 anos, a carreira de Herring começou com a Spitting Image da ITV e a mundialmente famosa Jim Henson Company. Seu trabalho também pode ser visto em uma variedade de longas-metragens, incluindo “Hitchhiker’s Guide to the Galaxy”, “Prometheus” e “Hellboy 2″. Em 2014, Herring se juntou ao time de Star Wars – O Despertar da Força como consultor de marionetes, trabalhando em uma variedade de criaturas e andróides, incluindo o BB-8. Como parte da premiada equipe de efeitos especiais de Neal Scanlan, Herring contribuiu para uma variedade de criaturas para o novo Rogue One: Uma História Star War”. Ele se junta a outros três nomes anunciados anteriormente para participar da CCXP 2016, James Gunn (diretor Guardiões da Galáxia Vol.2) e John Musker e Ron Clements (diretores de Moana: Um Mar de Aventuras)
  • O stand de 3%, a primeira série brasileira da Netflix. A novidade foi divulgada com um vídeo, que reúne parte do elenco. Estive na semana passada na pré-estreia desta que é a primeira série brasileira exibida e produzida pela Netflix, totalmente falada em português, e já conferi metade da temporada. Baseada em uma websérie homônima exibida no YouTube, com piloto de 3 capítulos, a série “3%” mostra um mundo pós-apocalíptico, depois de diversas crises que deixaram o planeta devastado. Num lugar não especificado do Brasil, a maior parte da população sobrevivente mora no Continente, um lugar miserável, decadente, onde falta tudo: água, comida, energia e outros recursos. Aos 20 anos de idade, todo cidadão tem direito de participar do Processo, uma seleção que oferece a única chance de passar para o Maralto, onde tudo é abundante e há oportunidades de uma vida digna. Mas somente 3% dos candidatos são aprovados no Processo, que testa os limites dos participantes em provas físicas e psicológicas e os coloca diante de dilemas morais.

//platform.twitter.com/widgets.js

  • O painel sobre Cavaleiro das Trevas III: A Raça Superior, com Frank Miller, mestre dos quadrinhos que esteve na CCXP 2015 e agora retorna para discutir a sua nova minissérie do Batman que está sendo publicada atualmente nos EUA e no Brasil. No dia 1º, ele participa de um painel para falar da HQ de Batman ao lado de Brian Azzarello, já confirmado na CCXP 2016, e que escreveu DKIII com Miller.
  • Neil Patrick Harris, que interpreta o perverso Conde Olaf na adaptação de Desventuras em Série, uma das atrações do painel que a Netflix realiza na CCXP no domingo, dia 4 de dezembro. A série, baseada nos livros homônimos escritos por Daniel Handler sob o pseudônimo de Lemony Snicket, é narrada pelo próprio autor (que será interpretado por Patrick Warburton) e acompanha três irmãos órfãos: Violet (Malina Weissman), Klaus (Louis Hynes) e Sunny Baudelaire. As crianças ficam à mercê do malvado Conde Olaf (Harris) enquanto lidam com várias tribulações na busca pela solução do mistério que envolve a morte de seus pais. Barry Sonnenfeld cuida da direção dos oito episódios, que saem na Netflix em 13 de janeiro.
Algumas dicas para aproveitar a Brasil Comic Con sem problemas:
comic con
 
– Usar roupas confortáveis:
A Comic Con dura quatro dias, e cada um dos dias tem cerca de 12 horas de programação. Ou seja: você vai passar o dia inteiro no evento. Por isso, é uma boa usar roupas leves e confortáveis. E isso vale principalmente para os calçados: a São Paulo Expo, sede da feira, tem 115 mil metros quadrados – e você provavelmente vai dar algumas voltas pelo galpão.
 
– Deixar as compras para o final
Uma das coisas mais legais da Comic Con Experience é a oferta de produtos exclusivos que não são encontrados em qualquer lugar. Mas é melhor deixar as compras para o final do seu dia. Além de conseguir curtir o dia inteiro, você não precisará andar por todo o pavilhão carregando várias sacolas.
 
– Não esquecer de hidratar-se:
O calor de dezembro não é fácil. Apesar de acontecer em um lugar fechado e ventilado, a Comic Con não será imune às altas temperaturas do fim do ano, então manter-se hidratado é essencial, principalmente para quem vai andar bastante. O pavilhão terá estruturas para restaurantes venderem bebidas e alimentos.
 
– Programar-se para as filas: As filas são uma parte não muito legal do evento. Os painéis têm vagas reduzidas, por isso nem todos os frequentadores da feira conseguem assisti-los. Para pegar um lugarzinho nos mais disputados, é necessário ficar um tempinho na fila, e tem gente que passa horas por lá. Para evitar problemas e atrasos, é melhor chegar aos painéis com pelo menos 45 minutos de antecedência.
 
– Usar o transporte público: A melhor maneira para chegar ao São Paulo Expo, que fica na zona sul da capital paulista, é pelo transporte público. A estação de metrô mais próxima ao pavilhão é a Jabaquara, na Linha 1 – Azul. A organização oferecerá transporte gratuito entre a estação e o evento. Para quem quiser ir de carro, o prédio tem um estacionamento, mas os valores das tarifas ainda não foram divulgados.
 
A CCXP – Comic Con Experience 2016 acontece no São Paulo Expo (Rod. dos Imigrantes, Km 1,5 – Água Funda, São Paulo) entre os dias 1º e 4 de dezembro. A venda online de ingressos já foi encerrada, mas os fãs poderão comprar entradas na bilheteria física, no São Paulo Expo, a partir desta terça-feira (29). Os valores vão de R$ 150 a R$ 400.