Quer uma dica infalível para organizar os estudos diários em casa (e que vale para o trabalho também)? 

Torne as tarefas e a organização visual.

Faça um quadro personalizado. 

Neste de cortiça eu inclui matérias do dia (para revisar), tarefas da semana e calendário de provas. 

Claro que não é para mim. Meus filhos adolescentes são os aprendizes das minhas técnicas de CDF supernerd (huahuahua!), afinal, o que funciona a gente compartilha, né?

Mas não basta um quadro bonito com post-its  e escritos com canetas coloridas. É preciso sistematizar o tempo dedicado ao estudo diário, estabelecendo metas e mantendo atualizações dos desafios e conquistas.

O quadro faz este efeito.

Notou as matérias do dia? É para saber o que revisar. 

Meu segredo sempre foi estudar todo dia a matéria, independente de ter trabalho, tarefa ou prova da matéria. Depois da aula eu me sentava à mesa (sem distrações audiovisuais) e revia tudo. Depois escrevia meus famosos resuminhos – pequenos textos, com palavras-chave do conteúdo ou esquemas gráficos, que sintetizavam a aula do dia. 

Sempre que podia eu buscava mais referências – era CDF de verdade e do primário à faculdade eu usei livros didáticos a mais para fazer mais exercícios e ter mais referências das disciplinas mais importantes. Hoje meus filhos usam a internet e sites como Khan Academy ajudam muito! 

Reler, a apostila (livro) e as anotações do caderno, sublinhar trechos destacando, e fazer um resumo (fichamento) funcionam bem. Aqui sugeri aos meninos guardarem os resumos numa pasta tipo arquivo, com uma aba por matéria, pois pode salvar a vida nas provas e no vestibular. 

Os cadernos, ah, como a gente precisa estimular a escrita!

Estudos comprovam que a letra cursiva é boa para o cérebro.
Alguns neurocientistas, como o canadense Norman Doidge, afirmam que a escrita cursiva, por exigir maior esforço de integração entre áreas simbólicas e motoras do cérebro, é mais eficiente do que a letra de forma para ajudar a criança a adquirir fluência e o adulto a mantê-la.
. 😉

E felizmente hoje os professores e orientadores de escola não reclamam de anotações, desenhos ou mesmo dos registros das piadas que surgiram na aula. Anote mesmo, todo registro gráfico ajuda a fixar o conteúdo e relembrar na hora certa. 

As tarefas funcionam melhor se anotadas por semana. Sei que costuma ter tudo no site da escola e alguns alunos anotam na agenda, mas o prazer de riscar como feito e de depois jogar o papel fora é um super combustível para manter o ritmo de estudo. Não menospreze este detalhe, ele ajuda psicologicamente!

Gostou? Deixe  as suas dicas também! 

Então é isso: hoje foi o dia da pausa nas atividades profissionais para organizar os estudos dos filhos e estabelecer a nova rotina de estudos dos #2nerds. 

Como é na sua família: os pais também dão uma olhada básica nos cadernos dos filhos grandes? 

No @avidaquer temos uma categoria só sobre educação: http://www.avidaquer.com.br/category/todos-pela-educacao.