Quando mudei para Mooca, em 2005, a av. Celso Garcia era um lugar que eu evitava frequentar sem meu marido. O motivo? Uma área enorme correspondia à Febem e o policiamento no local, assim como as muitas notícias de revolta dos adolescentes, me assustava.

A distância da minha casa na Mooca não era tão diferente da que separava o apartamento onde meus pais moravam quando mudamos para Curitiba do Presídio do Ahú. O que me incomodava, creio, era a noção de que os encarcerados eram menores de idade.

A gente espera que crianças e adolescentes estejam “aprontando”, mas no bom sentido. Brincando, bagunçando, paquerando, dançando e cantando. Enfim, aprendendo de um jeito lúdico e, cada um do seu jeito, sendo feliz.

Neste ano, depois de um século, aquele espaço na Celso Garcia promete oferecer estas oportunidades aos jovens – e com oportunidades diferentes, alguns podem sim mudar o estigma do lugar e da juventude brasileira.

O prédio onde funciona a Fábrica abrigou o Reformatório das Meninas na década de 1930 e após o incêndio ocorrido em 1990, passou por uma grande reforma, mantendo as características originais, mesclando a antiga alvenaria com a contemporânea.

A ex-Febem virou um parque que abriga um projeto bem legal.

“O programa Fábricas de Cultura é uma oportunidade pública de vivenciar cultura que o Governo do Estado de São Paulo oferece aos jovens. Foi criado com o objetivo de ampliar o conhecimento cultural do jovem, por meio da interação com a sua própria comunidade e da participação em oficinas e atividades artísticas diversificadas.”

Ressalto algumas coisas que considero valiosas:

Ampliar o conhecimento, interagir com a comunidade onde estão inseridos e vivenciar a cultura

Como isso acontece?

O programa oferece para crianças e jovens de 8 a 21 anos ateliês de formação cultural de dança, teatro, circo, música, multimeios, escrita criativa e capoeira, entre outros.

Cada unidade conta também com uma biblioteca e um laboratório de pesquisa.

Quando está aberto?

A Fábrica de Cultura não fecha nos finais de semana. Nos sábados e domingos são promovidas as mais diversas manifestações artísticas, como shows, peças de teatro, espetáculos de dança.

Quanto custa?

Todos os cursos, o uso da biblioteca e da internet, e toda a programação cultural das Fábricas de Cultura são gratuitos!

🙂

As Fábricas de Cultura são um espaço de convivência, de troca de conhecimentos, experiências e aprendizado em diversas linguagens artísticas. Tem por objetivo estimular o desenvolvimento integral de crianças e jovens, bem como favorecer a produção e a articulação de artistas e redes culturais locais. O projeto Artístico-Pedagógico é composto por diversas ações estratégicas, entre elas os Ateliês de Criação, as Trilhas de Produção, o Núcleo Luz e o Projeto Espetáculo.

 

A Secretaria de Estado da Cultura e a Poiesis – Instituto de Apoio à Cultura, à Língua e à Literatura – são parceiras na gestão das atividades desenvolvidas nas unidades: no Jardim São Luís, Capão Redondo, Jaçanã e Vila Nova Cachoeirinha e na Brasilândia.

Os cursos são divididos em Ateliês de Criação, destinados a crianças e jovens entre 8 e 21 anos e acontecem duas vezes por semana; Trilhas de Produção, para jovens entre 12 e 29 anos e ocorrem geralmente à noite durante a semana, ou aos sábados durante o dia, além do Projeto Espetáculo que proporciona uma experiência coletiva de produção artística em que os participantes, jovens entre 12 e 21 anos, vivenciam todos os aspectos da montagem de um espetáculo teatral.

Veja onde ficam as Fábricas de Cultura:

Brasilândia
Av. Inajar de Souza, 7001
Tel: (11) 3984-5956
Horário de funcionamento: terça a sexta das 9h às 20h.
Sábados e domingos: consulte a programação.

Capão Redondo
Entrada 1: Rua Bacia de São Francisco, S/N
Entrada 2: Rua Algard, 82
Tel: (11) 5822-5240.
Horário de funcionamento: terça a sexta das 9h às 20h.
Sábados e domingos: variável de acordo com a programação.

Jaçanã
Rua Raimundo Eduardo da Silva, 138. Tel: (11) 2249-8010.
Horário de funcionamento: terça a sexta das 9h às 20h.
Sábados e domingos: variável de acordo com a programação.

Jardim São Luís
Rua Antônio Ramos Rosa, 651. Tel: (11) 5510-5530.
Horário de funcionamento: terça a sexta das 9h às 20h.
Sábados e domingos: variável de acordo com a programação.

Vila Nova Cachoeirinha
Rua Franklin do Amaral, 1575. Tel: (11) 2233-9270.
Horário de funcionamento: terça a sexta das 9h às 20h.
Sábados e domingos: variável de acordo com a programação.

E tem programação infantil para as férias! Segundo Aline (@alinekelly do blog Inspiração Sustentável), que levou as filhas para participar, tem aulas de dança contemporânea, Hip Hop, teclado, violão, xadrez, teatro e técnicas circenses. Mais infos em fabricadecultura.org.br.

Anúncios